3 de fevereiro de 2014

VENCEDORES DA PRIMEIRA FASE DO CLUBE DOS POETAS VIVOS – PARTILHA

Depois de expostos na Biblioteca para que todos os pudessem ler e colaborar na escolha dos melhores, aqui ficam os resultados do Concurso "Clube dos Poetas Vivos", subordinado ao Tema PARTILHA
Os vencedores terão direito a uns "miminhos". Aguardem pelo Dia dos Namorados...14 de fevereiro... a melhor altura para recompensar quem demonstra saber partilhar  palavras com tanta criatividade e beleza.
A todos os outros que participaram e não venceram, parabéns também. Aguardem pela nova fase!!


CEF
- 1º PRÉMIO: Viviana Silva - TDE
Partilhar é dar,
Amar e ajudar.
É cooperar, pensar e encontrar.
A partilha vem da felicidade, e assume-se como solidariedade.
A partilha tem sentimentos muito fortes:
A felicidade, a emoção, a paz, a alegria e a escolha.
Oferecer sem querer nada em troca é partilhar!
Dar de boa vontade sem mais tarde se arrepender é partilhar!
Reconhecer o direito de igualdade, ter solidariedade pelos outros, estar em paz e acreditar nos outros é partilhar!
Saber imaginar e saber abraçar as oportunidades que nos são dadas é partilhar!

- Menção Honrosa: Leandro Costa – TDE
Partilha um bem essencial,
Com a humanidade e comunidade.
Partilha algo fenomenal
E alcança a amizade e a caridade.
Sê solidário e imaginativo,
Tenta acreditar e abraçar,
Não sejas inimigo, mas sim amigo.
Aceitar caridade também é amar.
Todos gostaríamos de ter PAZ,
Para uma felicidade aperfeiçoar.
Não corras para o que ficou para trás,
Dá carinho e um jeitinho de amar.
Todos nós podemos acreditar,
Na felicidade e no amor que temos para dar.
Abraça a emoção, não deixes de amar,
Porque por uma emoção todos deveríamos passar.

10º ano
- 1º PRÉMIO: Ana Pereira – 10º TR B
Partilha um pouco de calor
Partilha amor
Partilha um sorriso
Ou um cantinho no paraíso
Partilha um abraço
Ou até um dia de cansaço
Partilha o que tens
E o que obténs
Partilha um pedacinho da cama
Ou uma noite de drama
Partilha o melhor
E até o pior
Partilha um bom momento
Ou um pedaço de alimento
Partilha com a família
Ou com a pessoa amada
Partilha felicidade
Pois ela não diminui se for partilhada.


- Menção Honrosa: João Alves – 10º TR A
Se o amor não é partilha, então não é amor.

Ontem, deixei o meu sorriso na tua boca
e a alegria nos lençóis.
Andei de cabeça oca, meu amor,
ouvindo os rouxinóis.
De cabeça oca, sim!
Pois só os meus olhos pensavam
aos teus lábios chegar
enquanto murmuravam
palavras tão doces sentidas em mim.
Trouxe comigo o teu cheiro
para mais tarde cair na alegria dos lençóis,
por inteiro...
Não há nada mais belo que dois corpos singelos a dormir.
Oh! Como sabe bem provar nos teus braços
                                                                este amor que acolhe os meus. 

11º ano
- 1º PRÉMIO: Santiago Veríssimo – 11º TR
Procuras por alguém
Com quem possas partilhar
a tua forma de ser
O teu modo de pensar

Partilha é palavra
Há muito esquecida
Quem era melhor amigo
Passa a pior inimigo
  
Vergonha de oferecer
ou a raiva de não dar
A nossa espécie esqueceu
O que quer dizer partilhar

A mão que se estende
A mão que costuma curar
hoje serve essa mesma
Para milhares matar

O extermínio da raça
desta espécie inimiga
Nós próprios nos consumimos
Pela fúria desmedida

Uma grande catástrofe
será necessária para voltar
O mundo inteiro ao seu melhor
O mundo inteiro a partilhar.

- Menção Honrosa: Catarina Martins – 11º TR
Se sentes dentro de ti
a vontade de partilhar
em gestos que criem fontes,
a audácia de sonhar,
a palavra da verdade,
a vontade de participar,
tens em ti um pedacinho de partilha!

Tens rumos certos no coração.
Desperta o sonho,
tens em ti os céus!
Liberta a vida da palma da mão!
Faz desses rumos os caminhos teus,
e da partilha  a missão.

12º ano
- 1º PRÉMIO: Elson Fernandes – 12º TMI

Na suavidade da manhã africana

Partilham as lágrimas sofredoras do meu povo

Onde a mágoa fala mais alto do que o choro

De um povo sofredor.


Peço-vos, minha gente,

Partilhem os vossos sentimentos

Ninguém consegue suportar essa dor

Partilhem, partilhem, meu povo.
- Menção Honrosa: Iolanda Cardoso – 12º TR B
Há lembranças
Que devemos partilhar.
São nossas
E vossas.

Há lembranças
Que devemos guardar.
Foram nossas
Até um dia…
Há lembranças
Que devemos saborear,
São nossas
Minhas e tuas…

São as emoções,
Que devemos mostrar,
Para partilhar
E lembrar um dia!


Sem comentários: